O trote
Evelyn Heine
O leão estava contente e, ao mesmo tempo, chateado.
Tinha entrado na faculdade da floresta, mas não queria desmanchar seu penteado.
Um cabelo tão bonito, bem cuidado! Castanho, cheio e ondulado.

Ele sabia que existia o tal do trote nos calouros.
Os alunos mais antigos iam passar a tesoura em sua juba tão querida.
Mas que vida!
Quem já viu leão careca?
Leão sem fio de cabelo?
Quem iria reconhecê-lo?

Chegou o dia. Primeira aula.
Sua classe: terceira jaula.
Correria, pega-pega, confusão.
Chuva de farinha, tinta na cara, diversão.
Macaco pintado com maria-chiquinha.
Papagaio vestido de galinha.
Trote até no exibido do pavão!
Naquele dia não tinha aula, não.
Mas você deve estar perguntando: e o nosso amigo leão?
Aquele tal, que ia fazer Administração.
Bom, esse ficou aliviado. Tudo igual com seu penteado.
Castanho, cheio e ondulado.
A juba ali inteirinha, saindo da testa. Que festa!
Afinal, pensa bem... quem ia mexer com o rei da floresta?


Leia outras histórias e poemas divertudos.
CLIQUE AQUI

Gostou? Então passe pra frente. Mande para os amigos. CLIQUE.



volta à home page HOME
PAGE
Jogos Virtuais JOGOS
VIRTUAIS
página 1 do primeiro Divertudo JOGOS PARA IMPRIMIR Mate a Charada! MATE A
CHARADA
Adivinhas GALERIA DE
ADIVINHAS